Instagrão

  • emaranhado de um dia bonito
  • coisas bonitas aquecem o corao
  • Quando c faz uma pizza de frigideira com massa fithellip
  • t trampando mas o grande amor da minha vida hellip
  • that was good
  • Mais um dia em que Amanda descobre que saiu todahellip
  • Hoje  dia do irmo e gostaria de aproveitar ahellip
  • Quando a sua cabeleleira arrasa no corte   hellip
Da rotina

Tchau, 2016 – e obrigada

31 de dezembro de 2016

Que 2016 não foi fácil estamos cansados de saber. Na realidade, que ano é, não é mesmo? Obviamente que tem uns que realmente se superam mas, no geral, o sentimento que vencemos uma batalha e saímos vivos para contar a história é sempre mais forte. Mesmo que tenhamos sentado num pudim a maior parte do tempo, vamos sempre lembrar da topada que arrancou o samboque do nosso dedão.

Então eu vou tentar fazer diferente nesse fim de ano. Vou listar aqui as coisas pelas quais eu sou grata. As coisas que 2016 me ensinou e me deu. Não ignoro de forma nenhuma todas as dificuldades pelas quais passei. Seria até difícil tentar esquecer. Porém resolvi focar em tudo que foi bom e positivo. Em todos os aprendizados. Em todas as conquistas, sorrisos e alegrias. Tudo é uma questão de escolha e essa é a minha, que dividirei com vocês.

Esse ano, eu sou grata por:

– Ter Deus na minha vida. Eu sei que não falo muito sobre espiritualidade aqui nem na vida e há uma razão pra isso: não sei muita coisa e não quero inventar num assunto tão sério. Mas creio que ter Deus comigo faz toda a diferença. Me dá forças, tira um pouco do peso das minhas costas, me acalma em momentos difíceis. Obrigada por Sua presença, Deus.

– Ter uma casa para morar, comida para comer, lençóis cheirosos para me cobrir à noite e roupas limpas para me vestir durante o dia;

– Por ter encontrado o amor da minha vida e viver com ele. Vocês sabem o quão raro isso é?

– Pela minha família, que está sempre lá, por mim, e que me faz sentir em casa e segura, não importa o que aconteça.

– Pelos amigos, novos e antigos. Pela capacidade de fazer novos amigos, que eu sempre acho que está enferrujada pra mim – mas que sempre mostra que, nisso, eu estou bem enganada, graças a Deus.

– Ter aprendido que há coisas que não se pode aprender, há coisas que simplesmente não nos cabem. Quando algo vai de encontro ao que você é, não há como permanecer nessa situação por muito tempo.

– Pelo crescimento que tive a partir de cada queda minha. Não pensem que se cresce de qualquer outro jeito. É quebrando a cara que a gente aprende a ser gente.

– Pelo equilíbrio que não tive, mas que finalmente pude ver a importância. Harmonia, moderação são essenciais na nossa vida e nada em excesso faz bem.

– Por ter terminado o tratamento com Roacutan e ter dado tudo certo. Acabei, a pele está linda, essa página está virada.

– Por ter finalmente entendido que amar pessoas significa aguentar umas merdas bobas delas também. Somos todos humanos, ninguém é perfeito.

– Pelo perdão e pela diferença que ele faz nas nossas vidas. Guardar rancor não traz bem nenhum, gente (e vocês tão lendo isso de alguém com lua em escorpião). Pra ninguém. Se libertem, perdoem.

– Pelas noites mal-dormidas, que me ensinaram o valor de uma noite bem-dormida.

– Pela meditação e pela Yoga, que sempre me trazem de volta aos eixos quando eu estou perdida.

– Pela capacidade de recomeçar, que existe em todos nós, num cantinho do coração que muitas vezes, desconhecemos.

– Pela humildade, que nos permite iniciar baixo e não achar que somos mais do que alguma pessoa e estamos aquém de alguma coisa.

– Por mais esse ano na Terra. Pelo tempo, bem tão precioso.

– Por vocês, leitores, e por aguentarem minhas indas e vindas, meu descontrole, minha desorganização. Esse espaço é muito importante para mim  e ter o carinho de vocês me deixa feliz. Vocês são incríveis, muito obrigada.

E vocês, pelo o que são gratos? Escrevam (ou deixem o link do post de vocês sobre isso) nos meus comentários. Feliz ano novo para todos nós!

  • Reply
    Sofia
    7 de janeiro de 2017 at 09:08

    Sou grata por ter te conhecido (mesmo que só na webs), e sou grata por ter sobrevivido ao ano e ter enxergado todas as coisas que posso mudar na minha vida daqui pra frente pra não ter um ano tão esquisito de novo 😂

    • Reply
      Amanda
      11 de janeiro de 2017 at 19:18

      É isso aí, Sofs!

Leave a Reply