Frango – Amanda Arruda
Browsing Tag

Frango

Mandy na Cozinha

Matando a saudade de Londres: Frango do Nando’s com pão de alho e purê

Frango Peri-Peri

Essa sexta-feira eu estava de folga do trabalho. E não tem coisa que me dê mais vontade de cozinhar do que estar de folga em um dia de semana, com quase ninguém em casa e a cozinha só pra mim. Resolvi aproveitar e colocar em prática um plano maligno que eu matutava há muito: tentar aprender a fazer o delicioso Frango Peri-Peri. Pra quem não conhece, esse prato é da culinária africana e é o carro chefe de um restaurante muito amor que eu conheci lá em Londres, o Nando’s. Eu amei tanto esse frango que sempre que pensava nele, me dava água na boca e uma saudade enorme de estar em um lugar (Londres ♥) em que tivesse um Nando’s a cada esquina. Como mudar pra Londres tá difícil, porque não tentar trazer pro Brasil uma das coisas que mais gostei lá?

Daí que procurei na internet e achei essa receita aqui, que parecia com o frango que eu havia comido no Nando’s. Mas havia um pequeno problema referente a: ingredientes. Não consegui achar pimenta malagueta em pó (é ao que eles se referem, na receita, como chilli em pó) e não fazia sentido trocar a malagueta por pimenta do reino porque, afinal de contas, não era a mesma pimenta. Daí que resolvi pegar a própria pimenta malagueta, mas num potinho com vinagre. Quanto à parte do frango, recomenda-se que se faça com peito ou coxa – de preferência com um pouco de pele, pra ficar mais gostoso. Não fiz com o frango com pele (peito/coxa) porque o filezinho de frango tava em promoção no Bompreço e, gente, desculpa, mas prioridades, né? Entre outras modificações que fui fazendo ao longo da receita, porque achei necessário. Vou listar abaixo o que eu usei:

– 1 kg de filezinho de frango (mas pode ser também 1 kg de peito ou de coxa);
– 4 colheres de sopa de páprica doce;
– 2 colheres de sopa de pimenta malagueta picada;
– 1 colher de chá de gengibre picado;
– 1 xícara de suco de limão fresco;
– 3 dentes de alho picados;
– Sal a gosto;
Ervas finas em pó a gosto;

Comece descongelando o frango e preparando a marinada, que é o molho peri-peri propriamente dito. Misture todos os temperos numa tigela, exceto o sal e as ervas finas, que eu acho que é melhor aplicar diretamente no frango, ao invés de na marinada, para que o gosto pegue melhor. Enfim, misture o suco de limão, a páprica, a pimenta, o gengibre e os dentes de alho até formarem um molho mais ou menos homogêneo. Você pode bater no liquidificador, se quiser, mas eu fiz com os pedacinhos de alho, pimenta e gengibre à mostra mesmo. Passe o sal e as ervas finas nos pedaços de frango e coloque-os no caldo de temperos que você fez. Você vai deixar o frango marinando (descansando) nesse molho por, no mínimo, três horas. Você pode fazer isso no dia anterior ao que vai usar o frango, assim não vai ter um tempo de preparo tão longo no dia de cozinhá-los em si. Passada as 3 horas, retire-o da marinada, deixando-o pingar o excesso de líquido, e asse-o em uma churrasqueira, uma grelha ou um grill. Quando pronto, ele deverá estar bronzeadinho e picante, como o da foto abaixo.

Frango Peri-Peri

Esse prato é amor pra quem curte coisas apimentadas na dose certa. Eu nem sou tão fã assim de coisas quentes e amo esse frango, então, sim, é amor real, amor verdadeiro. <3 O acompanhamento ideal para esse frango, na minha opinião, era o que eu pedia lá no Nando’s, que é purê de batata (suspiro) e pão de alho (duplo suspiro). O purê de batata equilibra a crocância e quitchura do frango e o pão de alho é, simplesmente, amor. Eu acho que não preciso ensinar vocês a fazer purê de batatas (mas, se tiverem dúvidas podem deixar nos comentários), por isso nem fiz foto especial dele pra esse post. Só uma dica: tentem, um dia desses, fazer o purê de vocês só com batata e manteiga (com sal, por favor) e depois me falem o que acharam. Eu apenas AMO e esse era o purê que era feito no Nando’s, até onde eu pude identificar.

Já as torradinhas de alho dele (prefiro chamar assim, porque pão de alho aqui no brasil tende a ser bem diferente desses que eu fiz) resolvi dividir com vocês, porque até eu, que costumava odiar alho (e ainda odeio, em algumas comidas), virei fã desse acompanhamento e pedia SEMPRE quando estava lá. E é tão fácil! Você vai precisar de:

– Pão Italiano
– Manteiga
– Queijo ralado
– Alho amassado
– Salsa

(ou você pode substituir esses dois últimos ingredientes por um temperinho da Kitano que já vem com alho e salsa e que foi o que eu usei dessa vez)

Corte o pão em fatias médias (nem muito fina, pra não quebrar, nem muito grossa, para não ficar difícil de comer). Reserve. Pegue 1 pote de manteiga (eu misturei tudo no próprio pote de manteiga, pra evitar sujar mais louça, sô ixperta) e misture o alho e a salsa.  A quantidade desses dois ingredientes depende muito do gosto da pessoa que está fazendo a torradinha. Eu, como não gosto que o pão de alho fique com um gosto tão evidente, não polvilhei tanto do temperinho na manteiga, apenas o suficiente pra se fazer notar. Também peguei leve no queijo, porque afinal de contas, é torrada de alho, não de queijo. Consegui equilibrar suficiente o gosto (pra mim) com meio pote de manteiga (com sal), duas colheres de chá de tempero e duas colheres de chá de queijo.

Pão de Alho

Depois de misturar os temperos, é só passar o mix nas fatias de pão e colocá-las em um forno pré-aquecido a 180ºC e esperar até que elas fiquem bem tostadinhas e crocantes. Eu fiz as minhas no grill, já que já o tinha pré-aquecido para o frango, e elas levam uns 3 a 5 minutos para ficarem prontas e perfeitas. Tipo assim:

Torrada de Alho

Agora é só servir o seu frango com torradinhas de alho e purê de batatas e ser feliz, porque é gostosura certa! ♥