Instagrão

  • se juntas j causa imagina juntas
  • boy magia num pr de sol magia
  • sem querer crer na maravilhosidade dessa vista
  • Um raro momento do menino cabelo bem comportadinho em seuhellip
  • emaranhado de um dia bonito
  • coisas bonitas aquecem o corao
  • Quando c faz uma pizza de frigideira com massa fithellip
  • t trampando mas o grande amor da minha vida hellip
Cabelo

Como encurtar o tempo da transição capilar

13 de junho de 2017

Foto por: nearty

Transição capilar é um saco e disso eu tenho certeza que ninguém duvida. E, como toda situação inconveniente, o melhor que pode acontecer é a gente conseguir encurtar a duração dela, né não? Pois bem, eu tive o que podemos chamar de uma transição curta – ou, pelo menos, para o padrão do que eu vejo por aí, que geralmente chega a 2, 3 anos. Acredito que todo o processo durou pouco menos de 1 ano e meus cachos voltaram com força total e muita saúde. Assim sendo, queria dar algumas dicas para ajudar vocês a encurtarem esse momento tão incômodo na vida de uma cacheada. Segura!

  1. Não use chapinha durante a transição. EU SEI, gente. O cabelo fica uma porcaria, aquelas duas texturas são coisa do demonho e você se sente um resto de feira triste. EU SEI, apenas lembrem que eu passei por isso. E passei por isso SEM CHAPINHA. O porquê? Porque quando você passa a chapinha no cabelo com frequência você machuca o seu cabelo e bagunça o fluxo dos seus cachos. Eles começam a ficar esticados, como quando você faz uma química no cabelo e aí que bela bosta cê tá fazendo, né? A transição não vai acabar nunquinha pra você enquanto você estiver metendo a chapinha no cabelo, então faz um favor pra você mesma e guarda essa bonita lá no fundo do guarda-roupa, tá?
  2. Não precisa fazer bc, mas também não tenha medo da tesoura. Então, gente, eu não tenho coragem para um big chop de jeito nenhum, então compreendo bem que não quer ver essa ideia nem pintada de ouro, apesar de ser a maneira mais fácil de se livrar de uma transição. Entretanto, se você quiser passar mais rápido por esse processo, você vai precisar SIM ir cortando as partes do cabelo que têm química. Eu cortava de 3 em 3 meses  e meu cabelo ficava pouco acima do ombro todas as vezes. Desapeguei de crescimento durante a transição, porque não dá pra ter tudo, né gente? Além do quê aquele cabelo com química só atrapalha todo o processo, tornando mais complicado arrumá-lo diariamente (sem contar que, geralmente, o cabelo com química tá maltratado, logo o aspecto dele nem é dos melhores). Ou seja: faz o olx e desapega, miga. Cabelo cacheado curto não só pode, como fica lindo! Inclusive, se quiser se inspirar, toma aqui uns perfis do instagrão de cabelereiros especialistas em cacheadas maravilhosos para você suspirar: @brunodantte (o salão dele fica no Rio, então sambem, cariocas); @rodrigovizu (esse é a minha paixão mais pesada do mundo dos cabelereiros de cacheadas e um dia ainda vou cortar com ele – fica em SP </3); @espaçocachoacacho (esse salão fica em Recife e é de uma amiga linda que passou por todo esse processo e resolveu ajudar as cacheadas a se descobrirem. conheçam <3).
  3. Descubra o que seu cabelo está precisando e o trate. Para ficar mais fácil de lidar e, também, para que seu cabelo renasça firme e forte, você precisa cuidar direitinho dele, né? Organize um cronograma capilar, comece uma rotina low ou no poo (inclusive, indiquei uns produtinhos MARA para quem quer seguir low como eu, confere aqui), abuse daqueles sábados com o cabelo emplastrado de máscara (euzinha sempre). Seu cabelo vai agradecer e crescer muito mais bonito – além de se tornar muito mais fácil de lidar no dia a dia.
  4. Cuidado com as químicas. Mesmo que não sejam químicas de transformação, como é o caso dos alisamentos, ela podem bagunçar seus cachos. Colorações, principalmente aquelas que envolvem descolorações no processo, podem atrapalhar DEMAIS a maratona que é a transição. Sempre interessante evitar, se possível.
  5. Incentive o crescimento do seu cabelo. Observe sua alimentação, vá à uma dermatologista, veja se você precisa de suplementação de vitaminas, use um shampoo que ajude seu cabelo a crescer. Afinal de contas, quanto mais rápido seu cabelo crescer, mais rápido terminará sua transição. Eu, particularmente, gostei bastante do Shampoo Bomba (tampa vermelha) da Salon Line, achei que ele deu uma incentivada no crescimento do cabelo – usei ele recentemente, pois na época da minha transição ele nem existia ainda. O importante é dar as armas para que seu cabelo se desenvolva da forma mais saudável possível – e isso envolve tanto fatores internos, como nutrição, quanto externos, como o shampoo e os tratamentos que você faz. Não foque tanto em quantos cm seu cabelo vai crescer num mês (não pira, miga), mas em dar as condições dele crescer forte e saudável.
  6. Keep calm e não faz drama. Descubra maneiras de lidar com o seu cabelo enquanto ele está transicionando, para que ele não se torne a maior fonte de tristeza e desencanto da sua vida. É difícil? É. É a coisa mais desgraçada do mundo? Não mesmo. Longe de se fazer de coitada, a gente vai resolvendo o problema como dá e foca no resultado, né isso? Pois bem! Penteados, faixas, turbantes, texturizações, cremes especiais para transição: you name it. Vá testando e usando o que quer que te ajude e que não atrapalhe o processo de transição. Fiz um vídeo contando como foi meu processo de transição e também dividindo hacks para quem quer passar por isso mais de boas, você pode conferir e também pesquisar a experiência de outras pessoas. Ninguém passa pelo mesmo processo – até porque somos não apenas pessoas diferentes, mas temos cabelos diferentes – então é sempre legal escutar várias opiniões!

É isso, galera! Quem tiver dicas, coloca aqui nos comentários e quem tiver dúvidas, também! Vamos se amar e se ajudar. ♥

    Leave a Reply