Instagrão

  • se juntas j causa imagina juntas
  • boy magia num pr de sol magia
  • sem querer crer na maravilhosidade dessa vista
  • Um raro momento do menino cabelo bem comportadinho em seuhellip
  • emaranhado de um dia bonito
  • coisas bonitas aquecem o corao
  • Quando c faz uma pizza de frigideira com massa fithellip
  • t trampando mas o grande amor da minha vida hellip
Feminices Pele

A minha rotina atual de cuidados com a pele

2 de janeiro de 2015

Quem me conhece, sabe que eu sou uma bagunça. Faz pouco tempo que comecei a desenrolar um traço mais ou menos no delineador e não aguento muito tempo em um salto nem que minha vida dependa disso. Nunca fui muito vaidosa, mas essa é uma coisa que eu venho tentando mudar nos últimos meses, porque descobri que: isso me faz bem. Antes eu achava que eu não deveria me forçar a fazer algo que não me fazia falta e que eu tava de boa e pra quê se dar ao trabalho, gente? Mas, agora, eu acho que sim, que eu devo me dar ao trabalho, porque quando eu tô com as sobrancelhas em dia, um blushzinho no rosto e um roupinha decente, eu me sinto muito melhor. Uma pessoa mais feliz, mais confiante, mais eu. Portanto, sim, eu não era vaidosa, mas agora estou sendo – e gastando alguns dinheiros no processo. Mas isso tudo é divagação, porque o assunto do post de hoje é bem específico: o que eu estou usando para cuidar da minha pele.

A minha pele é um drama na minha vida, mas já foi pior. Eu nunca tinha tido espinha na vida, daí completei 18 anos e as miseráveis resolveram pipocar na minha cara toda, além dos ombros, braços, peito e costas. Eu tinha desde cravos a cistos horríveis, que doíam mesmo antes de sair de debaixo da pele (quando eles saíam). Passei uns bons anos tentando lidar com a acne de todas as maneiras possíveis, até que um dia fiz um exame de rotina e descobri que estava com cistos nos ovários. Passei um tempinho fazendo o tratamento (que consiste em tomar um anticoncepcional de alta dosagem, basicamente) e qual não foi meu choque ao descobrir que, sim, as espinhas eram de origem hormonal (como eu imaginava desde o início e NINGUÉM me dava bola) e que elas desapareceram com o tratamento à base de anticoncepcional? Pois é. Tudo lindo, tudo maravilhoso, mas eu odeio tomar anticoncepcional. O que eu usei no tratamento dos cistos se chama Selene e me dava terríveis dores de cabeça, coisa que eu nunca tinha tido antes de começar a tomá-lo. Quando terminou os 6 meses de tratamento, não queria continuar tomando o Selene, mas também não queria que as espinhas voltassem, então optei por uma opção de contraceptivo mais leve, o Yasmin. Tudo muito lindo, tudo muito bom, eu não tinha dores de cabeça, mas: não tinha vontade de fazer nada na vida. Acho que deviam mudar o nome do medicamento para “queria estar morta”, porque era basicamente a minha vontade enquanto eu estava fazendo tratamento com ele. Daí, no comecinho desse mês, chutei o pau da barraca e decidi que não ia tomar mais nada porque não sou obrigada. E também porque queria testar e ver quanto tempo a minha pele aguentaria sem eu ter que correr desesperada para o anticoncepcional – ou pro Roacutam, coisa que estou tentando evitar.

E, gente? So far, so good. Minha pele não está perfeita, já apareceram algumas espinhas desde então, mas nada preocupante e nada com que eu não possa lidar. Por isso resolvi dividir com vocês o que eu estou usando porque, quem sabe, pode funcionar pra alguém, né? Alguns produtos não são facilmente encontrados no Brasil (os da Soap & Glory), mas acho que valem a busca no Ebay, porque são sensacionais.

Produtinhos de Pele

  1. Face Soap and Clarity – 3 in 1 Daily Detox (Soap & Glory, R$40): esse gel de limpeza é perfeito, na minha opinião, porque permite que se faça uma esfoliação leve todos os dias, sem que sua pele fique revoltada e decida engatar um efeito rebote, enchendo sua cara de óleo. A minha pele é do tipo oleosa e sensível e eu me dei super bem com ele, mesmo achando de início que não seria possível usá-lo todos os dias. Uso pela manhã e pela noite, quase todos os dias (é, gente, ainda sou meio bagunça, fazer o quê?).
  2. Make Yourself Youthful – CC Cream (Soap & Glory, R$54): eu tenho um sério problema – não consigo lembrar de passar protetor no rosto. Nunca. E em Recife faz um sol DAQUELES, né? Portanto, quando estava de férias em Londres, vi esse CC da Soap & Glory e resolvi trazer, porque parecia ser prático, já que funcionava como, entre outras coisas, base e protetor solar. No fim, serviu pra muito mais coisas. Passo sempre pela manhã, depois de limpar o rosto. Ele dá uma hidratadinha – mas sem pesar a mão – e ainda protege a pele do sol. Fiquei muito feliz porque, com ele, consigo usar maquiagem de boa, sem ficar pipocada de espinhas depois, já que a textura dele é super leve.
  3. Avon Care – Máscara de Pepino (Avon, R$4,50): uso essa máscara sempre que acho que minha pele merece um descanso. Também uso depois de uma máscara mais esfoliante e tal, como calmante. Adoro que ela é do tipo peel-off, que é muito mais prática (e divertida, na minha opinião madura -não) de tirar.
  4. Avon Solutions – Máscara Facial de Limpeza Profunda (Avon, R$17): essa é uma das máscaras que uso bem esporadicamente porque é muito mais hardcore do que as outras duas que eu tenho. Ela limpa profundamente a pele, tanto que ela fica meio que esticando quando você tira, sabe como é? Ideal pra quando você tá sentindo que a pele tá precisada de uma faxina.
  5. The Fab Pore – 2 in 1 Pore Purifying Mask & Peel (Soap & Glory, R$40): esse foi mais um dos produtos que eu trouxe comigo de uma das visitas à amada e idolatrada Boots. Ela dá uma minimizada no tamanho dos poros, além de também servir como esfoliante. Gosto bastante e penso que ela é uma das razões pelas quais minhas espinhas diminuiram em quantidade e tamanho, mesmo eu tendo parado o tratamento com anticoncepcional. O cheirinho é uma delícia e eu gosto de usá-la em dias quentes, porque ela é geladinha. <3
  6. Adesivo para Remoção de Cravos do Nariz (Ricca, R$13): essa foi uma descoberta SENSACIONAL. SEN-SA-CI-O-NAL. Eu tinha vontade de testar um desses desde que assisti O Diário da Princesa pela primeira vez – e Mia aparece com um treco desse grudado no nariz. Já tinha rodado o mundo atrás de um, sem qualquer sucesso. Daí, tô de boa escolhendo uma hidratação de cabelo no Mundo do Cabelereiro e dou de cara com esse arrancadores de cravo de nariz. Prontamente peguei uma caixinha (que, infelizmente, só vem com três adesivos) para testar e ó: amei. Arranca mesmo, a grande maioria dos cravos. Eu, particularmente, acho que é legal dar uma aquecida na pele (colocando o rosto em cima de uma bacia com água quente, por exemplo, para que ela entre em contato com o vapor), para dilatar os poros e ajudar o adesivo a trabalhar melhor.
  7. Purezone – Secativo Roll-on (L’óreal Paris, R$33): como as espinhas ainda aparecem, quando eu consigo não espremê-las (não aprendi a aceitar aquelas coisas doloridas e amarelas no meu rosto ainda), eu uso esse secativo para ver se as malditas vão dessa pra melhor. Pra ser sincera, não noto tanta diferença assim, mas uso porque vai que ajuda, né?

Já usaram algum desses ou querem usar e têm alguma pergunta? Gostariam de me indicar algum produtinho? Comentem! 😉

  • Reply
    Uaba
    2 de janeiro de 2015 at 16:37

    Mandy, menina! Tenha medo do Roacutan não, foi a melhor coisa que fiz na minha vida, minha pele é outra coisa, quase nunca aparecem espinhas e não tomo anticoncepcional. Passei pelo mesmo que você, testei todos os tipos, Yasmin, Selene, Yaz, e quase morro de enjôos e dor de cabeça. Não vale a pena ficar o resto da vida dependendo de remédio. E, sim, use protetor solar, vale a pena, palavra da pessoa que usa desde os 15 anos hahaha, uso o da Roc. Tá lindo o blog, viu?! Beijos.

    • Reply
      Amanda
      2 de janeiro de 2015 at 17:03

      Uaba, mulher, morro de medo porque ele é forte e tem que ficar fazendo exame e tomando um super cuidado pra não engravidar e tal. Acho que resolveria meu problema de pronto, mas tô aqui tentando resolver de forma tópica. Anyway, se meu rosto voltar a pipocar, vai ser ele mesmo. ):

  • Reply
    Bianca
    2 de janeiro de 2015 at 16:55

    Vou colocar esses dois da Avon na minha listinha de compras, assim como o removedor de cravos. Também sou incapaz de olhar uma espinha e não espremer, boatos que sou até meio sanguinária e já cansei de tirar espinha interna com agulha. Ok, não sei se é espinha interna que fala, mas sabe quando vc sabe que ela tá lá, mas não saiu ainda? Eu esterilizo a agulha e me furo pra tirar a bichinha. Meu removedor de cravos também é esterilizável, sou basicamente minha própria esteticista, mas desprovida de treinamento, hahaha

    Beijos!

    • Reply
      Amanda
      2 de janeiro de 2015 at 16:58

      B, chamam de espinha interna mesmo, ou cistos. Também já tirei espinha interna na violência (não quer sair, quenga? pois te arranco daí), mas é uma experiência bem dolorosa. Se comprar mesmo os da Avon, depois me diz o que achou. 😉

    • Reply
      Bianca
      2 de janeiro de 2015 at 17:05

      E esqueci de falar o que eu uso: sabonete líquido de limpeza profunda da cetaphil e o hidratante deles para pele sensível. nos eua eles são baratos, tipo 10 dólares por potinho, mas aqui tá na faixa de 80 reais cada, mas comigo os produtos renderam bastante (pouco mais de um ano cada um, usando praticamente todo dia). – esses foram os indicados pela dermatologista
      Outra coisa muito boa pra lavar o rosto é shampoo johnson, ele limpa bem, é muito gostosinho e não maltrata a pele 🙂 – esse eu me receitei sozinha quando tava tirando o rímel, haha

  • Reply
    Helen
    2 de janeiro de 2015 at 17:48

    Já usei o 3 e o 4, adoro muito! Só parei porque a tampa de um quebrou (e ele endureceu), e o outro acabou e ainda não pedi mais. Minha mãe vende avon, então de vez em quando estou pedindo algo. Agora uso o sabonete esfoliante da linha anti-acne e cravos, esqueci o nome 😡 É cheiroso e diminui a oleosidade, gosto muito dele.
    Preciso ver no médico isso de cisto nos ovários, tenho alguns dos sintomas mas ainda não procurei saber se é paranóia minha ou uma realidade…
    Adorei esse seu novo blog, te sigo desde o maçãs verdes! Beijo e um bom ano para você 🙂

  • Reply
    Ana Luísa
    2 de janeiro de 2015 at 21:45

    Oi amada! Tô adorando a frequência nesse blog 🙂
    Eu nunca foi muito vaidosa, sabe? Mas não é que nesse fim de ano eu encafifei com meu rosto e resolvi cuidar mais dele? Tô usando um sabonete líquido, uma água termal e um protetor solar, todos três da Vichy, e to gostando bastante!
    Beijo! <3

  • Reply
    Evana
    3 de janeiro de 2015 at 08:45

    Menina, me identifiquei profundamente com a tua história! Inclusive na parte de ter passado um pedaço da vida sendo totalmente não vaidosa (para desespero da minha mãe), a diferença é que as espinhas chegaram mais cedo na minha vida… essa máscara de pepino eu já usei. =) Bjo

  • Reply
    Jessica A.
    13 de janeiro de 2015 at 08:25

    Oi Amanda ! Também nunca fui muito vaidosa (pra quê se até meus 18 anos tinha a pele lisinha de bebê né ? bom, nem sempre tão lisinha, mas minhas espinhas eram ocasionais e não perenes). Daí que eu mudei de país e meu corpo todo se rebelou.
    Fiquei com umas espinhas bem chatas que acabaram deixando marquinhas escuras nas minhas bochechas. Não são aqueeeeelas espinhas enormes, mas as malditas ficam eternamente ali. Fui até no dermatologista e me entristece a falta de empatia e dedicação desse pessoal para com o paciente viu ! O cara foi logo me passando uma pomada sem nem me perguntar nada (rotina alimentar e de sono, exames hormonais) ou explicar a causa do que chamam aqui de “acne de adulto”. Fiquei irritada e depois de três consultas não voltei mais. Meu médico até falou sobre o anticoncepcional, mas para mim isso está fora de cogitação, cansei de infligir ao meu corpo coisas nada naturais.
    Então tento não apelar, tipo não abuso de frituras, priorizo meu sono o tanto quanto possível, bebo muita água etc… Para os cuidados, uso o sabonete em gel da linha Effaclar Duo e o hidratante Effaclar Mat, os dois da Laroche Posay, indicados para peles mistas a oleosas. De vez em quando faço uma máscara de argila, o segredo é deixar ela sempre humedecida para evitar dela “sugar” a oleosidade toda e depois, bem… você sabe o que acontece… Esfolio com um pouco de açúcar diluído em suco de limão e mel e por fim passo óleo de amêndoas antes de ir dormir três a quatro vezes por semana. Quando ouvi esse conselho não botei muita fé pois minha pele é mista e a última coisa que eu queria era mais óleo nessa bagaça. Mas justamente passar um pouquinho (coisa de cinco gotinhas) de óleo vegetal ajuda a dar uma equilibrada e suas glândulas param de fabricar loucamente ahaha. Funcionou bem comigo.
    Cara esse comentário ficou gigante, quase maior que o post, me desculpe !

  • Reply
    Resumão de Janeiro/15 – Amanda Arruda
    9 de fevereiro de 2015 at 08:47

    […] A minha rotina atual de cuidados com a pele; […]

  • Reply
    Dani
    14 de fevereiro de 2015 at 15:07

    Primeiro, como de costume: MIGA, ME ABRAÇA. *aperta*

    “Eu nunca tinha tido espinha na vida, daí completei 18 anos e as miseráveis resolveram pipocar na minha cara toda, além dos ombros, braços, peito e costas.” <<<< THIS! Achava que a vida tinha sido sacana só comigo! Embora eu ache, ~agora~, que ela foi é boazinha de ter esperado eu tirar o aparelho fixo para me aparecer com as espinhas. Além do mais, eu tenho é que agradecer aos céus por ter tido aquelas espinhas amarelas acho que umas três vezes na vida toda. Meu problema são mesmo os cravos e os cistos doloridos.

    Ahhh, o anticoncepcional. Não lembro se já te contei do Minian (minion? haha), que eu tomava até dezembro do ano passado. O tal remédio era meu melhor amigo. Deu uma melhorada na minha pele, acabou com as minhas cólicas arrasadoras, diminuiu horrores minha TPM e, principalmente, acabou com essa palhaçada de menstruar litros e mais litros durante terríveis 7 dias por mês. Eu queria era ir até o laboratório e dar um beijo na testa dxs farmaceuticxs maravilhosxs que criaram o negócio, até que… mudaram a fórmula! Minha menstruação aumentou (em dias e fluxo), assim como a cólica e a TPM e, daí, o pior: também tive o efeito "queria estar morta". Passei um ano todo zumbizando até decidir arriscar parar de tomar e, olha, o primeiro mês foi tenso, mas agora tá tudo certo, lindo, maravilhoso. (Veremos até quando.)

    Agora tô tentada a fazer um post tipo o seu! Desde que descobri o mundo maravilhoso do YouTube e da blogosfera "de beleza", descobri muito produto, muita técnica e tenho me cuidado muito mais (embora a preguiça ainda ganhe algumas – muitas – vezes). Acho que, dos produtos que você citou, só conhecia as máscaras da Avon (uso uma deles, mas é a anti-cravos) e o roll-on da L'oreal, que tenho vontade de comprar, mas não tenho coragem de gastar dilmas num produto que uso tão pouco. Ainda não encontrei o face-wash da vida, embora tenha vários queridos, mas já tenho adstringente (você não usa?) e hidratante favoritos. Minha experiência com BB cream (o da Loreal) não foi das melhores, mas quero experimentar outros e, quem sabe, um CC cream. Mas não acho que eu deva confiar na proteção UV desses produtos, já que sou muito branquinha. Para isso, já tenho um protetor solar favorito, agora falta criar vergonha na cara e usar todo dia. Além disso, ainda uso um roll-on para as olheiras da Loreal.

    Eita que escrevi um post! Hahhaha. <3

    • Reply
      Amanda
      17 de fevereiro de 2015 at 22:22

      Dani, escreve tua versão, sim! Não uso adstringente, não sei porque, a maioria que eu usei me deu esse feeling de que minha pele ressecava muito com eles, sabe? Não sei se é coisa da minha cabeça, mas sempre pensei assim. No dia a dia, uso só o meu gel de limpeza e o protetor solar. Inclusive, preciso (sim, já) dar um update nesse post, porque fui na dermatologista e muitas coisas mudaram, haha! (:

Leave a Reply